Aos 16 anos, este músico portoalegressente se matou. Ele procurou durante um tempo, na internet, a maneira menos dolorosa de fazer isso. Encontrou ajuda em sites especializados. E cometeu o suicídio. Há rastros de mensagens dele reclamando que o banheiro estava muito quente durante o ato – ele optou por morrer asfixiado com uma churrasqueira. Alguém, na Internet, recomendou que ele se enrolasse em toalhas molhadas com água gelada, para suportar as altas temperaturas. Parece que deu certo. A última mensagem da pessoa que fez a recomendação foi “Ele não voltou mais. Acho que rolou”.
O pai de Yoñlu lançou um álbum póstumo que pode ser encontrado inteiro na Internet.