Home

A força gerada pela não violência é infinitamente maior do que a força de todas as armas inventadas pela engenhosidade do homem.
Mahatma Gandhi

Este ainda não é o post que eu quero escrever. Aqui não vai ter nem 1% do que eu penso. E, sei que por isso, será um post raso que não vai traduzir o que eu realmente tenho aqui na cabeça. De todos os modos, senti vontade de falar um pouco. Não aprovo vandalismo. Não aprovo violência. Mas sei que, como disse meu amigo PH, nada realmente muda com um “dá licença, por favor”. Ou, como deu a entender o Leo Sakamoto, nada realmente muda com um Compartilhar ou Curtir no Facebook. As mudanças reais que a gente já passou, todas ocorreram com certo caos. E para uma manifestação ser vista e ouvida pela maioria, ela precisa virar notícia. Por isso ela acontece onde atrapalha a cidade. Uma manifestação lá em Guaianazes não faria sentido. Assim como a ideia do Kassab de tirar a Parada Gay da Paulista também não. Deixa manifestar, deixa fazer barulho, deixa ser visto e ouvido. A gente só vê na TV a ação violenta dos manifestantes, raramente vê o que os policiais fazem. Meu outro amigo Thiago Hackradt pode dar um belo depoimento a respeito de uma manifestação que ele acompanhou na Paulista há cerca de um ano e levou gás de pimenta na cara, do nada. Violência, a maioria dos brasileiros já sofre todo dia. Você se impressiona com essas imagens na Paulista, mas elas traduzem uma realidade que acompanha milhões e milhões de pessoas. Essa, você não vê. Você não sente. Você não se incomoda. Eles sofrem levando 3 horas pra ir pro trabalho. Esmagados em metrôs e ônibus lotados. Linhas que fecham totalmente como hoje e não são oferecidas alternativas. Tem hora que as pessoas cansam de apanhar da vida e, principalmente, do Estado. Tem hora que as pessoas decidem gritar para tentar mudar. É fácil chamar de vândalos enquanto se está sentado num banco de couro com o ar condicionado ligado. Difícil é enfrentar a triste realidade de que o Brasil ainda tem muita coisa pra mudar. E o povo parece que resolveu levantar para exigir estas mudanças. Se as pessoas não tem o direito de se revoltarem contra o aumento de uma tarifa que já era cara, cobrada por um serviço de péssima qualidade, de que adianta seguirmos em frente? É lindo ir para fora do Brasil e elogiar a qualidade dos serviços por lá. É feio criticar e xingar aqueles que exigem tal qualidade nos serviços daqui. Enquanto o brasileiro ficar passivo, acomodado, sentado, aceitando tudo o que há de errado, criticando aqueles que querem algum tipo de mudança, não teremos o país que podemos ter. Idiotas e espíritos de porco existem em qualquer grande aglomeração de pessoas. Isso não desmerece a intenção e as exigências da maioria. Você já estudou História, eu acho, em algum momento da sua vida. Aprendeu como a revolta pode trazer grandes mudanças para a civilização. Vamos refletir. Vamos pensar no que queremos como sociedade. Como disse o Sakamoto, o caminho da paz de Ghandi é um dos caminhos, mas não o único. Ele funciona em alguns momentos. Não acho que este seja o caso. Vamos em frente, Brasil. Saiba mais aqui.

Aqui, a matéria sobre o PM espancado. Que é o que a imprensa divulga e dá atenção. Palavras dele: “Nem a instituição nem eu somos contra manifestação. Quando a PM segue o protesto não é para reprimir, mas para manter a segurança. Mas há pessoas maldosas no meio que estão subvertendo esse direito.”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s