O pior vazio não é aquele que reflete o nada, a ausência ou a falta. O pior vazio é aquele que aparece na multidão, na quantidade e no volume, que mesmo rico e variado, só nos oferece a falta de opções. Este vazio dói porque ele é claro e direto, não está escondido no que não se vê, está escancarado em tudo e em todos. O pior vazio é este, que aparece onde quase todo mundo enxerga o preenchimento.