Talvez tenha sido a Copa do Mundo.

Talvez meu inferno astral.

Talvez tenham sido as várias viagens que minha agenda profissional colocou no meu caminho.

Talvez tenha sido preguiça, mesmo.

O que importa é que o blog não morreu e está de volta.

Anúncios