Home

Cara no tapa. Metendo a própria cara num tapa. Pra deixar de ser idiota, tem que meter a mão mesmo. Na própria cara. Pra deixar de ser cagão, porrada é educação. Dessa vez vai ser no tapa. Criminoso é na paulada, comunista é pau de arara. Tu não me engana não. Venezuela, Cuba, Haiti, Portugal. Tapa na cara, filho da puta, eu saio é na mão. Aqui não tem papinho ou mimimi, aqui não tem discussão. Cai pra dentro se for homem, bicha, mulher, se for negro ou cidadão. A vagabunda já tá fora, o cachaceiro na prisão, agora é hora de botar o resto, toda essa corja comunista, meu primo, minha tia, até o meu irmão. O burro é sempre o outro, que pensa diferente desde sempre. Ovelha negra. Não é você que é tolerante? Então nem vem me dar lição. E se eu estiver errado, é na mão que tiro ele e boto um outro capitão.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s