Não há nada além do mar. E do som do mar. E do cheiro do mar. Não há nada além do Sol. De algumas nuvens. Do vento. A brisa que só há na praia. Com o aroma do mar. E o suor salgado, que desenha ardente pela pele. Que vem até a boca. Não há nada além de amigos, de conversas de cerveja e momentos de queijo coalho. Não há nada além do dia, e das horas e minutos imperceptíveis. As ondas ainda quebram. Conversas se misturam. E não há nada além da praia.

Anúncios