Home

Aí vem mais um prêmio da indústria e, com ele, um termômetro do que o mercado do audiovisual norte-americano pensa. A julgar pelos indicados – e pelos favoritos – os profissionais de Hollywood estão de saco cheio de superproduções rasas e adolescentes e querem filmes de mais qualidade, mesmo que blockbusters.

 

Daí vem as sete indicações ao histórico Pantera Negra, um marco racial na história do cinema. Sim, a exaltação do filme traz esse peso político-social, mas a qualidade da produção justifica tamanho reconhecimento por parte dos profissionais de Hollywood. Assim como as dez indicações a Roma e A Favorita, duas obras-primas não comerciais.

 

MELHOR FILME

Quem leva: Roma

Quem tem chances: Green Book

Quem merece: Roma

Quem foi esquecido: If Beale Street Could Talk

Roma é um marco do cinema, de altíssima qualidade narrativa e visual, e já vem ganhando prêmios a rodo. Green Book, mais careta e esquecível, me parece o único capaz de impedir a vitória, por ter a cara do grande público. Infiltrados do Klan e A Favorita, dois dos melhores filmes do ano, seriam uma zebra histórica. Pantera Negra, Nasce Uma Estrela, Bohemian Rhapsody e Vice devem se satisfazer apenas com a indicação.

 

MELHOR DIRETOR

Quem leva: Alfonso Cuaron, Roma

Quem tem chances: Spike Lee, Infiltrados no Klan

Quem merece: Alfonso Cuaron, Roma

Quem foi esquecido: Lynne Ramsey, You Were Never Really Here

Um ano de grandes filmes e de grandes trabalhos de diretores deve ser coroado com o segundo prêmio a Alfonso Cuarón, desta vez por uma obra nada comercial e bastante autoral. Spike Lee me parece o único capaz de tirar a estatueta dele, não só por merecimento – o filme dele é um dos melhores do ano – mas pelo conjunto da obra: o diretor jamais venceu na categoria. Yorgos Lanthimos, outro que entregou uma obra-prima – A Favorita – merece, mas deve levar o dele daqui uns anos: a Academia costuma postergar o prêmio daqueles que claramente terão outras chances.

 

MELHOR ATOR

Quem leva: Rami Malek, Bohemian Rhapsody

Quem tem chances: Christian Bale, Vice

Quem merece: Rami Malek, Bohemian Rhapsody

Quem foi esquecido: Ethan Hawke, First Reformed e Joaquin Phoenix, You Were Never Really Here

A grande barbada do Oscar: Rami é Freddy Mercury e, também, a alma de um filme comercial e emocionante, mas artisticamente falho e insignificante. Apesar de termos chorado e nos empolgado com o filme, Bohemian só não é uma bela Sessão da Tarde por conta do ator. Caso haja uma hecatombe, o único capaz de tirar a estatueta de Rami é Christian Bale: a Academia adora atores que engordam e que trabalham carregados de maquiagem – jamais esqueceremos o nariz de Nicole Kidman em As Horas.

 

MELHOR ATRIZ

Quem leva: Glenn Close, A Esposa

Quem tem chances: Olivia Colman, A Favorita

Quem merece: Olivia Colman, A Favorita

Quem foi esquecido: Toni Collete, Hereditário

Num ano de interpretações femininas não tão marcantes, a Academia deve premiar Glenn Close, uma das maiores atrizes da história e recordista de indicações sem jamais ter ganhado. Uma vitória pelo conjunto da obra num filme bem fraco. Já Olivia Colman brilha em A Favorita mesmo rivalizando com duas outras grandes interpretações, as de Rachel Weisz e Emma Stone. Se o Oscar fosse justo, o prêmio seria dela. Yalitza Aparicio tem na indicação seu prêmio, assim como a comediante Melissa McCarthy e a cantora Lady Gaga.

 

MELHOR ATOR COADJUVANTE

Quem leva: Mahershala Ali, Green Book

Quem tem chances: Richard E. Grant, Você Pode Me Perdoar?

Quem merece: Mahershala Ali, Green Book

Quem foi esquecido: Raul Castillo, We The Animals

Mahershala, já premiado por Moonlight, deve levar sua segunda estatueta. Ninguém parece capaz de rivalizar com ele. Talvez Richard E. Grant tenha alguma chance, mas seria uma zebra.

 

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE

Quem leva: Regina King, If Beale Street Could Talk

Quem tem chances: Rachel Weisz, A Favorita

Quem merece: Rachel Weisz, A Favorita

Quem foi esquecido: Thomasin McKenzie, Leave No Trace

Regina King cresceu nas premiações mais recentes e tende a sair vencedora, mas Rachel Weisz vem com uma interpretação fortíssima que também merece a vitória. Amy Adams segue o caminho de Glenn Close, colecionando indicações sem jamais ser premiada.

 

MELHOR ROTEIRO ORIGINAL

Quem leva: A Favorita

Quem tem chances: Green Book

Quem merece: First Reformed

A Favorita, obra-prima que deve perder nas categorias Filme e Diretor, deve ter aqui seu prêmio de consolação. Não acho que o roteiro seja a grande qualidade da obra, mas a direção. No entanto, como a categoria de Melhor Diretor é de Alfonso Cuarón, A Favorita deve levar de Melhor Roteiro Original. Green Book, caso não vença como Melhor Filme, tem chances. Mas quem merecia mesmo é First Reformed, filme lento e pesado do mesmo roteirista de Taxi Driver, que traz também uma intepretação gigantesca – e ignorada pelo Oscar – de Ethan Hawke.

 

MELHOR ROTEIRO ADAPTADO

Quem leva: Infiltrados no Klan

Quem tem chances: If Beale Street Could Talk

Quem merece: The Ballad of Buster Scruggs

Se Roma leva Melhor Filme e A Favorita fica com Melhor Roteiro Original, a terceira obra-prima entre os indicados deve vencer Melhor Roteiro Adaptado.

 

MELHOR FILME ESTRANGEIRO

Quem leva: Roma

Quem tem chances: Cold War

Não vi todos, mas Roma me parece o favorito diante das premiações recentes. Só Cold War mostra certa força, principalmente pelo filme de Cuaron ser a favorito como Melhor Filme e Melhor Diretor. Talvez Cold War belisque a estatueta por isso.

 

MELHOR ANIMAÇÃO

Quem leva: Homem-Aranha no Aranhaverso

Quem tem chances: Os Incríveis 2

Quem merece: Isle of Dogs

Wes Anderson sempre merece um prêmio.

 

MELHOR FOTOGRAFIA

Quem leva: Roma

Quem tem chances: Cold War

Quem merece: Roma

Roma é obra-prima e a fotografia é uma das mais primorosas dos últimos anos. Sim, a de Cold War e de A Favorita também são deslumbrantes, mas nenhuma atinge a maestria de Roma.

 

MELHOR EDIÇÃO

Quem leva: Bohemian Rhapsody

Quem tem chances: Vice

Quem merece: Vice

Bohemian venceu nas premiações mais recentes e deve repetir o êxito no Oscar.

 

MELHOR DIREÇÃO DE ARTE

Quem leva: A Favorita

Quem tem chances: Pantera Negra

Quem merece: A Favorita

Categoria acirrada, deve ficar entre A Favorita e Pantera Negra. Acredito que a primeira se saia vencedora, a não ser que Pantera Negra surpreenda passando o rodo nas categorias técnicas. Não acredito.

 

MELHOR MAQUIAGEM

Quem leva: Vice

Quem tem chances: Mary Queen of Scots

Quem merece: Vice

Christian Bale virou Dick Chaney.

 

MELHOR FIGURINO

Quem leva: A Favorita

Quem tem chances: Pantera Negra

Quem merece: A Favorita

Quem assistiu A Favorita jamais vai esquecer as roupas de Rachel Weisz.

 

MELHORES EFEITOS VISUAIS

Quem leva: First Man

Quem tem chances: Avengers

Quem merece: Ninguém

Particularmente me incomodam os efeitos computadorizados demais de todos os indicados. Nenhum é realista o suficiente.

 

MELHOR TRILHA SONORA

Quem leva: If Beale Could Talk

Quem tem chances: Pantera Negra

Quem merece: If Beale Could Talk

 

MELHOR CANÇÃO

Quem leva: Shallow, Nasce Uma Estrela

Quem tem chances: All The Stars, Pantera Negra

Quem merece: Shallow, Nasce Uma Estrela

A maior barbada da noite?

 

MELHOR SOM

Quem leva: Bohemian Rhapsody

Quem tem chances: First Man

Quem merece: First Man

 

MELHOR MIXAGEM DE SOM

Quem leva: Bohemian Rhapsody

Quem tem chances: First Man

Quem merece: First Man

 

MELHOR DOCUMENTÁRIO

Quem leva: Free Solo

Quem tem chances: RBG

Não vi nenhum, mas pelas premiações recentes deve ficar entre Free Solo e RBG, com leve favoritismo ao primeiro.

 

CHUTES:

 

MELHOR CURTA-DOCUMENTÁRIO

Chute: Black Sheep

 

MELHOR CURTA-ANIMAÇÃO

Chute: Bao

 

MELHOR CURTA

Chute: Marguerite

 

 

BALANÇO GERAL:

 

Melhor Filme: “Roma”
Melhor Diretor: Alfonso Cuarón, “Roma”
Melhor Ator: Rami Malek, “Bohemian Rhapsody”
Melhor Atriz: Glenn Close, “A Esposa”
Melhor Ator Coadjuvante: Mahershala Ali, “Green Book”
Melhor Atriz Coadjuvante: Regina King, “If Beale Street Could Talk”
Melhor Roteiro Adaptado: “Infiltrados no Klan”
Melhor Roteiro Original: “A Favorita”
Melhor Fotografia: “Roma”
Melhor Animação: “Homem-Aranha no Aranhaverso”
Melhor Filme Estrangeiro: “Roma”
Melhor Direção de Arte: “A Favorita”
Melhor Figurino: “A Favorita”
Melhor Maquiagem: “Vice”
Melhor Edição: “Bohemian Rhapsody”
Melhor Trilha Sonora: “If Beale Could Talk”
Melhor Canção: “Shallow”, de “A Star Is Born”
Melhor Som: “Bohemian Rhapsody”
Melhor Mixagem de Som: “Bohemian Rhapsody”
Melhores Efeitos Visuais: “First Man”
Melhor Documentário: “Free Solo”
Melhor Curta-Documentário: “Black Sheep”
Melhor Curta-Animação: “Bao”
Melhor Curta: “Marguerite”

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s